ENTREVISTA COM “Mackaylla” DA “ACADEMIA DE DRAGS: 2° TEMPORADA”

Bom Dia, Boa Tarde ou Boa Noite!

Já conhecem a Mackaylla, certo?

Antes da 2ª Temporada de Academia de Drags começar nós havíamos feito um post sobre ela, então vamos la. Infelizmente Mackaylla foi á quinta eliminada do programa, mesmo assim conseguiu visibilidade suficiente para mostrar que é uma Drag talentosíssima.

Nós do Além dos Roles fomos atrás dela e conseguimos que ela nos desse uma entrevista que você poderá conferir abaixo.

Qual foi a sua reação ao saber que ia entrar no academia de drags ?

R: Fiquei muito animada e ansiosa. Me inscrevi pro programa no final de 2014, e a seleção aconteceu só em 2016, imediatamente depois começamos a gravar, e já foi pro ar. Fiquei feliz demais porque era algo que eu queria muito, tem muito a ver com a minha mudança de Brasília, que amo de paixão, cidade tatuada no meu peito de espuma, para São Paulo, que tem me acolhido de uma forma muito especial desde que me mudei, em 2015.

Como foi participar do programa?

R: Foi uma loucura. E loucura mesmo. As provas são complexas de fazer em tempo recorde, isso fazia parte da competição. Sou muito ansiosa e tendo a ficar tensa, mais fechada, quando o bicho pega, e lá me senti assim várias vezes. Mas não identifico isso como sendo algo ruim. Adorei participar, acho que a Academia de Drags é uma plataforma muito legal de visualização para as drags participantes, independente de qualquer coisa, ou de como aconteceu a participação de cada uma no programa. Agora é aproveitar isso para fazer render as coisas que estou afim de fazer, e trabalhar bastante! Algo que me conquistou muito, como artista, também é perceber que os patrocínios no nosso país tão muito difíceis de rolarem, por conta desse caos político bizarro principalmente, e a Academia tentou de várias formas conseguir grana de produção, mas não rolou. O que rolaram foram parcerias muito fodas, da produção com a direção, com a galera do filme Tupiniqueens, que assina toda a concepção de imagem do programa, dos apiadores e das drags que entraram nessa com sangue no olho querendo fazer rolar algo que acreditamos e queremos! Aí vejo um futuro possível para a cultura, a resistência.

Qual a sensação de ser eliminada do reality?

R: Menino, não é que estou me surpreendendo? Bastante, inclusive. Pois na Academia de Drags 2, fiquei conhecida, ou fui pintada, como a drag metida, chata, arrogante, e eu nunca vesti essa carapuça, nem sofri tanto com isso, pois sei que não sou essa pessoa, mas, de alguma forma, isso foi ficou um pouco tenso. Hoje, assistindo ao programa, acho que, por eu ser muito reservada e concentrada nas minhas coisas, ainda mais numa competição, talvez tenha passado essa impressão de “arrogante”, e entendo isso. Agora, depois do quarto episódio ir ao ar e eu sair, estou recebendo um puta carinho de muita gente, muita gente se manifestando contra a minha eliminação, recebendo mensagens 24h por dia quase. Esse movimento é bem legal, e curiosíssimo… como as coisas são né?

Se tivesse uma segunda chance, faria diferente?

R: Sim. Ficaria mais relaxada, mais tranquila. Mas isso é algo que trago na minha vida há muito tempo e revejo o tempo inteiro. Depois da Academia, mais ainda.

Na sua opinião quem deve ganhar e porque?

R: Hoje, assistindo, acho que a Malonna. Se estamos falando de drag mais completa, das que estão rumo a final agora, acho que ela tá mais próxima.

Nos conte sobre sua personagem drag?

R: Muitas drags tem estilo definido, Mackaylla não tem muito. Botei as minhas referências e vontades numa saco, sacudi, e deu nela. É uma drag que surge num ambiente diferente da noite, da boate, mesmo eu AMANDO A NOITE. Surgiu a partir da minha pesquisa na Universidade de Brasília sobre a cultura drag, sobre performance, sexualidade e comédia. Então, diria que Mackaylla é um misto de dança, dublagem e muito bom humor, comédia. Eu não acho que drag queen é algo muito distante de quem a faz, de quem a performa, do intérprete da drag. Pelo contrário, é muito mais próximo. É uma personagem construída a partir de gostos, desejos, referências do performer , e quando você põe essa personagem no mundo, ela também adquire identidade quase própria que contamina o performer também, então, é uma via de mão dupla. É assim que sinto.

O que te inspirou a ser drag?

R: Quando comecei a me montar, foi muito pra fazer performances em eventos, animação de pista de dança, pra descolar uma grana. Com o passar do tempo a drag foi me tomando e o desejo de performar ficou maior que a oferta de trabalho. E eu só me montava pra trabalhar, eu fazia uma drag aqui num evento, outra ali no outro evento, mas eu não me sentia drag, eu fazia drag. Hoje eu sou uma drag queen, é um jeito de ser no mundo, eu acho que é um ato político, é maior que o show. A Nany People fala uma coisa incrível, que drag é um estado de espírito, e me sinto exatamente assim quando me monto. Acho que fazer shows, fazer comédia, me relacionar com o público me inspirou pra caralha. Eu sou meio atrasada nas coisas, conheci RuPaul Drag Race em 2013, e achei fodástico e me senti muito criativa assistindo, ali também, de alguma forma, tem uma inspiração pra mim. Me inspiram Dercy Gonçalves , Maria Bethânia, e a rainha de todos os tempos Divine, fora a Silvetty Montilla que eu a-mo!

Quais os seu planos para o futuro?

R: Olha, to bem abertas as possibilidades, a desenvolver projetos e, claro, fazer shows que é a minha vida. No final do ano começo a montar um espetáculo em Brasília, que não tem nome ainda., vai rolar o concurso Rainha da Virada Cultural de São Paulo 2016, no dia 21 de maio, e farei um show. Devo ir a Brasília em breve cumprir outras apresentações. Ganhei a Rainha da Virada em 2015, e vou passar a coroa adiante esse ano ao lado da Yara Sofia, que também fará um show no concurso. Quero retomar um projeto de fazer um solo em dança contemporânea e to preparando o vlog da Mackaylla Maria. Ideias tão bombando.

Dê uma dica para as que querem começar a se montar e entrar na cena drag?

R: Se joga!!!! Seríssimo! Drag é uma coisa que tem que sentir no corpo, e se lançar. Ali está toda a descoberta. E ficar ligada nas sensações que se sente ao se montar, sabe? É muito doido se vestir de mulher, mesmo fazendo um exagero, uma caricatura disso. No final, uma grande homenagem às mulheres todas, isso é o drag pra mim. Acho que o estado drag que a Nany fala está aí, e é um divisor de águas na vida de qualquer drag, quando percebemos isso. Ah… e, não podemos trabalhar de graça! As vezes, quando estamos começando, é fácil ceder a propostas que nem grana tem, quase mão-de-obra escrava, que não tem retorno, e acho muito importante receber o justo pra fazer um show, por exemplo, e temos que nos articular pra fazer disso uma realidade mais justa, é bom pra todas! No mais, drag é uma descoberta impressionante.

10° Um recado para sua drag do passado?

R: Mackaylla, tira essa cara de dúvida, e continue fazendo o que você acredita, que o caminho está certo. Tive uma crise absurda de ansiedade, quando ainda morava em Brasília, em 2014. Perdi 15kg em um mês e meio, só bebia e fumava, me perdi nas minhas coisas. O resultado disso foi transformador, a minha vinda pra São Paulo. Esse recado é, certamente o melhor de mim mesma para mim mesma. Fim da conversa no bate-papo.

REDES SOCIAS

Facebook: https://www.facebook.com/mackaylla/

Pag: https://www.facebook.com/mackaylla.dragqueen/

Youtube: https://www.youtube.com/channel/mackaylla/

Site: http://www.mackaylla.com/

Instagram: https://www.instagram.com/mackayllamaria/

Postaremos outras entrevistas em nosso blog, espero que gostem, beijos e abraços.

falcon

Um comentário sobre “ENTREVISTA COM “Mackaylla” DA “ACADEMIA DE DRAGS: 2° TEMPORADA”

  1. Mackaylla Maria fodásticaaaaaaa…. O Academia de Drags 2 não será mais o mesmo sem você…. voltaaaaaaaaa… caralhaaaaaa… A produção foi bem fraca ao te tirar… Linda, talentosa e criativa…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s